Cidades Educadoras

Artigo:

Cidade, educação e ciência: possibilidades educativas dos espaços urbanos a partir das percepções de professores em formação

Tárcio Minto Fabrício & Denise de Freitas

Universidade Federal de São Carlos

Resumo: O objetivo desta investigação foi identificar e caracterizar os espaços reconhecidos pelos professores em formação como espaços educativos e compreender os sentidos atribuídos por esses professores a tais espaços. Utilizamos, para tanto, documentos produzidos pelos alunos do curso de Licenciatura em Ciências Biológicas da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) durante uma disciplina ofertada no segundo semestre de 2014, submetidos aos procedimentos da Análise Textual Discursiva e interpretados à luz dos referenciais das Cidades Educadoras. Os resultados obtidos revelam certa dificuldade dos futuros professores em identificar as diversas possibilidades educativas localizadas para além dos muros escolares, reforçando a necessidade de uma incorporação mais incisiva dessa perspectiva nas orientações curriculares tanto do Ensino Básico quanto das próprias Universidades, especialmente em relação aos cursos de formação inicial de professores.

Palavras – Chave: Cidades Educadoras. Cidade Educativa. Educação Não – Formal. Ensino de Ciências. Formação de Professores.


Resumen: El objetivo de esta investigación fue identificar y caracterizar los espacios reconocidos por los profesores en formación como espacios educativos y comprender los sentidos atribuidos por esos profesores a tales espacios. Utilizamos, para ello, documentos producidos por los alumnos del curso de Licenciatura en Ciencias Biológicas de la Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) durante una asignatura ofrecida en el segundo semestre de 2014, sometidos a los procedimientos del Análise Textual Discursiva e interpretados a la luz de los referentes de las Ciudades Educadoras. Los resultados obtenidos revelan cierta dificultad de los futuros profesores en identificar las diversas posibilidades educativas localizadas más allá de los muros escolares, reforzando la necesidad de una incorporación incisiva de esa perspectiva en las orientaciones curriculares tanto de la Enseñanza Básica y de las propias Universidades, especialmente en relación a los cursos de formación inicial de profesores.

Palabras – Clave: Ciudad Educadora. Educación No – Formal. Enseñanza de las Ciencias. Formación de profesores.


Abstract: The research aimed to identify and characterize spaces recognized by teachers in training as educational spaces and to understand the meanings given by these teachers to those spaces. Therefore, we’ve used documents produced by students at the Licenciate in Biological Sciences course at the Federal University of São Carlos during a class offered through the second semester of 2014. The documents were submitted to Discursive Textual Analysis procedures and interpreted in the light of the Educating Cities references. Our results reveal a certain difficulty among future teachers in identifying different educational possibilities beyond school walls, reinforcing the need for a more incisive incorporation of this perspective into the curricular guidelines of both Basic Education and the universities themselves, especially concerning teacher training.

Keywords: Educating City. Non – Formal Education. Science teaching. Teacher training.

Artigo publicado na Revista de Ciências da Educação Número 38 – Ano XIX p. 175 – 200

Laboratório Aberto de Interatividade
Holler Box