Camp Serrapilheira selecionou 50 projetos de divulgação científica de todo Brasil

Instituto Serrapilheira – instituição privada criada em 2017 para o fomento à Ciência – compartilhou no dia 1º de agosto o resultado do processo seletivo para o seu primeiro programa de apoio à divulgação científica, o Camp Serrapilheira. Foram 871 propostas encaminhadas, das quais 50 foram selecionadas, dentre elas projeto encaminhado pelo Coordenador de Educação e Difusão do Conhecimento do CDMF, Adilson de Oliveira, que é também Coordenador Geral do Laboratório Aberto de Interatividade para a Disseminação do Conhecimento Científico e Tecnológico (LAbI) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

As pessoas selecionadas participarão de evento que acontece dos dias 4 a 7 de setembro no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, a partir do qual serão selecionados projetos para a segunda fase do Camp Serrapilheira, que financiará abordagens inovadoras de disseminação do conhecimento. O objetivo do programa é justamente identificar iniciativas que proponham abordagens inovadoras de assuntos pertinentes à Ciência, que busquem incentivar a formação científica de jovens brasileiros e formar pessoas capazes de analisar evidências e compreender o método científico. “Será uma oportunidade de compartilhar a experiência que acumulamos e, também, nos inspirar no contato com outras iniciativas. Ficamos satisfeitos com o reconhecimento daquilo que vimos desenvolvendo nesta que é, inclusive, uma das principais missões do CDMF: a difusão, juntamente à pesquisa e à inovação”, avalia o pesquisador.

Laboratório Aberto de Interatividade
Holler Box